Universo franchising – Carol Coxinhas prevê abertura de seis novas unidades

Universo franchising – Carol Coxinhas prevê abertura de seis novas unidades

De lanchonete à franquia, Carol Coxinhas cresceu exponencialmente entre 2016 e 2017, com faturamento de R$16 milhões e passou por reestruturação no ano seguinte para retomar o crescimento em 2019

Uma das grandes chaves do sucesso para empresas seguirem no caminho do crescimento, muitas vezes, é parar e reestruturar seus processos. E este é o exemplo da rede Carol Coxinhas.  

Com uma história interessante de superação empreendedora, a proprietária da empresa, Carol Martinelli, junto com seu marido, adquiriu uma lanchonete já falida na cidade de Andradas, interior de Minas Gerais, em 2009. Mesmo com o ímpeto de mudar a situação, o início foi bem difícil. “Na primeira noite que abrimos, choramos porque não tínhamos recebido nem R$20 para pagar o motoboy, mas não podíamos desistir. Tínhamos um empréstimo de R$30 mil, que pegamos para comprar o negócio”, conta a empresária.

E com trabalho duro, de domingo a domingo, em apenas um ano, tornaram a lanchonete em uma conceituada hamburgueria, que até conquistou o prêmio de Melhor do Ramo. Mas, em 2015, depois de seis anos de sucesso, tiveram a ideia de transformar aquele negócio em uma loja só de coxinhas, pensando à época no segmento que começava a crescer de forma exponencial: o finger food.

“Três grandes diferenciais foram determinantes para o êxito do nosso negócio: primeiro, as coxinhas são feitas artesanalmente em um processo familiar; são servidas em copos de diversos volumes, de acordo com a fome do cliente; e terceiro, as coxinhas possuem tamanhos personalizados e sabores diferenciados”, diz Carol.

Seis meses depois da inauguração da primeira loja, Carol abriu sua primeira franquia em Poços de Caldas (MG) e, de lá para cá, o negócio cresceu de forma rápida, principalmente entre os anos de 2016 e 2017. Com isso, de forma estratégica, a empresa precisou passar por uma restruturação internar para, assim, consegui abarcar a expansão pela qual eles já passavam.

 

Para 2019, a expectativa é 20% de crescimento, se comparado aos dois últimos anos, quando chegou à um faturamento de R$16 milhões, com a abertura de seis novas unidades já neste primeiro semestre. Além disso, a empresária ressalta a chegada da marca nos estados do Rio de Janeiro e Goiás. “O ano de 2018 foi de consolidação. O crescimento entre 2016 e 2017 foi espantoso, por isso, tivemos a necessidade de consolidar algumas estruturas internas, no ano passado, para firmar a marca e poder retomar o crescimento agora em 2019”, conclui Carol.

Atualmente, a Carol Coxinhas conta com mais de 40 lojas pelos estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia, oferecendo receitas de coxinhas exclusivas. E um grande diferencial é lançar novos recheios e sabores, a cada data festiva e comemorativa, como  exemplo, a morangoxinha (massa crocante de coxinha com recheio de morango), chocoxinha (massa crocante de coxinha com recheio de chocolate) e coxibe (mistura inusitada de dois tradicionais quitutes: quibe e coxinha).

Modelo: Loja lounge/salão
Investimento estimado: a partir de R$ 130 mil
Faturamento médio: de R$ 35 mil a R$ 60 mil 
Prazo de retorno: de 18 a 24 meses
Lucratividade média: de 14 a 18%
Taxa de royalties: 2% ao mês (sobre o faturamento bruto)
Fundo de marketing: 1% ao mês (sobre o faturamento bruto)

Por Rafael Gmeiner, do Universo Franchising.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *